Pandemia reforça importância de frota própria para EBNs, defende Abac

Em entrevista à Revista Portos e Navios, Cleber Lucas alerta que, em momentos de crise, a frota internacional é muito fluida

Pandemia reforça importância de frota própria para EBNs, defende Abac

Por Danilo Oliveira, Revista Portos e Navios

A Associação Brasileira dos Armadores de Cabotagem (Abac) reiterou a importância da empresa brasileira de navegação (EBN) com navios próprios. A avaliação da Abac é que a frota própria das companhias brasileiras garante o abastecimento do país, sobretudo em momentos críticos, como o vivenciado na pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A Abac defende que a propriedade de embarcações de bandeira nacional valoriza as EBNs e evita o desabastecimento caso navios de bandeira estrangeira partam para operar em outros mercados quando estes estiverem mais atrativos que o brasileiro.

A associação observa que, quando os volumes do transporte marítimo internacional caem, os armadores costumam aumentar o transit time e retirar navios das pontas das rotas, como em linhas da América do Sul. A Abac vem alertando que, principalmente em momentos de crise, a frota própria de cabotagem de bandeira brasileira mostra-se indispensável porque a frota internacional é muito fluida e porque a regularidade dos serviços varia conforme o desenvolvimento econômico. “A última coisa que queríamos era vivenciar esse cenário para comprovar o fato de que faz diferença ter frota de bandeira brasileira e os serviços atendendo”, disse o presidente da Abac, Cléber Lucas a Portos e Navios

Abac - Associação Brasileira dos Armadores de Cabotagem

ABAC – Associação Brasileira dos Armadores de Cabotagem

Rua São José, 40 - 6º andar
CEP 20010-020 – Rio de Janeiro – RJ  

Tel: 21 3231-9065
abac@abac-br.org.br
Fale conosco Nosso LinkedIn

Assessoria de Imprensa

Argumento Gestão de Imagem

Patrícia Nogueira

Tels: 21 3114-0699 / 98302-6967
patricia.nogueira@argumentogi.com.br

Seu contato é muito
importante para nós.